Ventos estelares violentos e radiação poderosa esculpem os arredores da Nebulosa Carina

Esta imagem mostra pilares de poeira na Nebulosa Carina que têm um ano-luz de altura e são formadas de hidrogênio e poeira cósmica.

A Nebulosa Carina está a 7.500 anos-luz de distância, no sul da constelação de Carina.

Ventos estelares violentos e radiação poderosa proveniente de estrelas massivas esculpem os arredores da nebulosa, mantendo as estruturas densas no interior para que novas estrelas possam nascer.

Este é um composto de observações feitas em 2005 na região com luz de hidrogênio (luz emitida por átomos de hidrogênio), juntamente com observações feitas em 2010 à luz de oxigênio (luz emitida por átomos de oxigênio), com a câmera avançada para pesquisas do telescópio Hubble.


  (Clique na imagem para ampliar)

0 comentários:

Post a Comment