1986: Ônibus espacial Challenger explodiu aos 80 segundos da decolagem

  • Challenger foi o segundo ônibus espacial a ser fabricado pela Nasa, após o Columbia.

Foi a primeira vez ao espaço em 4 de abril de 1983.

Em 28 de Janeiro de 1986, na STS-51-L (sua décima missão), um defeito nos tanques de combustível causou a explosão da Challenger, matando todos seus ocupantes, inclusive a professora Christa McAuliffe, a primeira civil a participar de um voo espacial.

Foi o 1º de dois desastres das 135 missões espaciais dos EUA.

Este desastre paralisou o programa espacial durante meses, durante os quais foi feita uma extensa investigação que concluiu defeito no equipamento e no processo de controle de qualidade da fabricação das peças da espaçonave (descobriu-se uma falha nos anéis de borracha que serviam para a vedação das partes do tanque de combustíveis, que apresentava anomalias na expansão quando a temperatura chegava aos 0°C (ou 32°F)).

A Challenger, que havia viajado ao espaço em dez ocasiões, se desintegrou aos 80 segundos da decolagem.
 

Veja:

 

0 comentários:

Post a Comment