2011: O fim do programa de ônibus espaciais dos EUA

  • Em 1981, o Columbia realizou o voo de estreia do programa de ônibus espaciais americano e se tornou o primeiro veículo reutilizável a viajar para o espaço.

Teve início uma nova era na exploração espacial, marcada por inúmeros avanços científicos e pioneirismos tecnológicos, entre eles o lançamento de mais de 70 satélites, incluindo o telescópio Hubble, e a construção da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

Veja abaixo o primeiro voo do programa de ônibus espaciais.


STS-1 COLUMBIA, 12.4.1981



Após completar 30 anos e executar 135 missões, esta era se encerrou em 21 de julho de 2011 com a volta da última missão do Atlantis.

Com o programa extinto, a Nasa ficou sem um veículo próprio para levar seres humanos ao espaço.

A partir de então, o transporte de astronautas da agência para a ISS foi feito a bordo dos foguetes russos Soyuz.

Pela primeira vez em décadas, os EUA dependem da Rússia para fazer viagens espaciais tripuladas.

A decisão de aposentar os ônibus espaciais foi tomada em 2004 pelo então presidente dos EUA, George W. Bush, um ano após o acidente com o Columbia - nave que se desintegrou no ar durante a reentrada na Terra, matando a tripulação de sete astronautas.

Ironicamente, o mesmo ônibus que havia feito o voo inaugural do programa contribuía para sentenciar seu fim.

Resumindo:

Porque a Nasa aposentou os ônibus espaciais?

Porque as naves eram caras e estavam velhas, sua tarefa principal estava quase completa e a agência espacial americana queria usar seu orçamento para fazer algo novo.

O grupo que investigou o acidente do Columbia, em 2003, concluiu:

'É do interesse dos Estados Unidos que os ônibus espaciais sejam substituídos o quanto antes'.

Veja o último voo do programa de ônibus espaciais dos EUA.



STS-135 ATLANTIS

Lançamento (8.7.11) e o retorno (21.7.11)






0 comentários:

Post a Comment