Sonda espacial detectou 'íons de oxigênio' na lua Dione

  • A sonda espacial Cassini detectou oxigênio em uma baixa concentração em Dione, uma das luas de Saturno, o que indica que o satélite teria uma tênue atmosfera, embora muito menos densa que a da Terra.

Os íons de oxigênio encontrados em Dione estão muito dispersos - um por cada 11 centímetros cúbicos - o que faz esta concentração equivalente à da atmosfera da Terra a uma altura de 480 quilômetros.

'Agora sabemos que Dione, da mesma forma que os anéis de Saturno e sua lua Rhea, é uma fonte de moléculas de oxigênio', indicou Robert Tokar, um membro da missão Cassini no Laboratório Nacional de Los Álamos (EUA).

Em sua opinião, esta descoberta confirma que o oxigênio é comum no sistema de luas de Saturno e que pode surgir em processos que não implicam formas de vida.

Os cientistas não pensavam que Dione, devido a seu pequeno tamanho, pudesse abrigar uma atmosfera.

A nova descoberta faz deste pequeno satélite um objeto de estudo muito mais interessante.



  • A imagem acima foi tirada pela sonda espacial Cassini que estava a 57 mil quilômetros da lua Dione.


1 comentários:

JESUS ESTA VOLTANDO said...

Olá comprei um telescopio sou iniciante,existe algum mapa,de pesquisa onde buscar,quais as fontes.

Post a Comment