Estudo indica que cratera próxima ao polo sul da Lua pode conter gelo


  • A cratera Shackleton, próxima ao polo sul da Lua, pode conter gelo, segundo uma equipe de pesquisadores americanos que ainda não conseguiu comprovar tal informação, informou no dia 20.6.12 a revista Nature (vide imagem real da cratera - com ilustração).

'Descobrimos que o interior da cratera é mais brilhante do que em qualquer outro ponto do polo sul da Lua, e que suas paredes brilham mais ainda do que o solo', declarou à Agência Efe Maria Zuber, autora do artigo. 

Duas teorias explicariam este brilho: o deslizamento de escombros lunares pelas paredes da cratera, que deixariam descoberto o novo material mais brilhante, e a presença de gelo no solo de Shackleton. 

Segundo Maria, o gelo poderia cobrir uma parte do solo do interior da cratera. 

O estudo revelou também que a Shackleton, de 21 quilômetros de diâmetro, está em estado 'excepcionalmente bom', apesar de seus mais de 3 bilhões de anos. 

O solo de seu interior, situado a quatro quilômetros de profundidade, 'é muito irregular, com montes de até 200 metros' formados por um material que provavelmente foi levado até a Lua pelo meteorito que formou a cratera. 

'Às vezes pensamos na Lua como um planeta morto, sem atividade geológica, mas nossas descobertas mostram que no polo sul aconteceu um transporte de massa causado pelo impacto de meteoritos próximos', acrescentou Maria.

   

0 comentários:

Post a Comment