Big Rip: Físicos chineses calcularam a data para o fim do universo

  • A descoberta de que a expansão do universo está em aceleração (o que garantiu o Nobel de Física de 2011 aos cientistas que descobriram) indica que existe uma energia escura que está impulsionando as galáxias para se afastarem cada vez mais umas das outras.

E, ao analisarmos as propriedades dessa energia, vários físicos chineses lançaram no dia 22.7.12 uma análise das possibilidades do 'Big Rip' (que em português geralmente recebe o nome de 'Grande Ruptura') que marcaria o fim do universo. 

Os físicos chineses afirmaram que existe até 'uma data' para isso ocorrer: daqui a 16,7 bilhões de anos.

Os cientistas focaram principalmente no pior cenário possível, que é o 'Big Rip'. 

Seguindo o cenário, a força de repulsão da energia escura irá aos poucos superar as demais forças, como a gravidade. 

As estrelas e planetas iriam perder a ligação e acabariam por se afastar. 

As estrelas da Via Láctea iriam se separar cerca de 32,9 milhões de anos antes do 'Big Rip'. 

Dois meses antes do 'fim', a Terra perderia sua ligação com o Sol. 

Faltando cinco dias, a Lua nos deixaria. 

Somente 28 minutos antes de tudo acabar, o Sol seria destruído. 

Nos últimos minutos, quando faltarem apenas 16 para a 'Grande Ruptura', a Terra vai explodir. 

E por fim, as próprias ligações entre átomos e partículas não vão mais suportar e assim terá acabado o universo. 

Essa teoria do 'Big Rip' é questionada por vários outros cientistas.

Veja:

0 comentários:

Post a Comment