Um aglomerado estelar dentro de uma bela nuvem cósmica a 10.000 anos luz de distância


  • Ao examinar a nuvem cósmica catalogada como NGC 281 é quase fácil não ver as estrelas do aglomerado aberto IC 1590 (no centro da imagem).

Porém, formadas dentro da nebulosa, as estrelas jovens e de grande massa de IC 1590 que alimentam o penetrante brilho nebular. 


Os vultos indistintos que chamam a atenção neste retrato de NGC 281 são colunas esculpidas e densos glóbulos de poeira vistos em silhueta, erodidos por intensos ventos energéticos e radiação do aglomerado quente de estrelas. 

Se elas sobreviverem por tempo suficiente, as poeirentas estruturas poderão também se tornar locais de futura formação estelar. 

Chamada também de Nebulosa do Pacman, NGC 281 está a cerca de 10.000 anos-luz de distância na constelação Cassiopeia. 

NGC 281 tem mais de 80 anos-luz de um lado a outro.

Veja:


  

0 comentários:

Post a Comment