Aglomerado globular NGC 6362 tem estrelas que 'aparentam ser mais jovens'

  • O telescópio Hubble fez nova medição do NGC 6362, que fica na constelação de Ara, a 25 mil anos-luz de distância da Terra, e descobriu que o aglomerado globular guarda estrelas que aparentam ser brilhantes e azuis, ou seja jovens. 

Isto contraria a teoria de que esses tipos de aglomerados, um dos corpos mais antigos do universo, só abriga estrelas mais velhas que o nosso Sol, com cerca de 10 bilhões de anos. 


Segundo os astrônomos da missão, esse fenômeno não passa de um simples truque: os corpos azuis podem ser resultado de colisões estelares ou de transferência de material entre elas, que pode aquecer as estrelas até que fiquem mais jovens 'na aparência'.

Veja:

 

0 comentários:

Post a Comment