Queda de meteoro em 2013, levou pânico e deixou mais de 1.000 feridos na região de Cheliabinsk, Rússia

  • O Ministério do Interior da Rússia informou que passou de mil o número de feridos em decorrência da queda de um meteoro na região de Cheliabinsk no dia 15.2.13.

Os ferimentos foram causados principalmente por estilhaços de vidro de janelas, que se quebraram após a aparição da bola de fogo no céu, que assustou moradores da região.

De acordo com a Academia de Ciências da Rússia, o meteoro pesaria cerca de dez toneladas e seria constituído de ferro.

Ao entrar na atmosfera terrestre, se pulverizou entre 30 e 50 quilômetros de altitude.

Em entrevista à agência 'Associated Press', a cientista Amy Mainzer, do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL, na sigla em inglês), da agência espacial americana Nasa dissse que, embora o meteoro tenha se desintegrado na atmosfera antes de tocar o solo, sua potência equivaleria 20 vezes à força da bomba atômica que atingiu Hiroshima, durante a 2ª Guerra Mundial.

Porém, a atmosfera absorveu a grande maioria desta energia, aponta ela.

Veja como foi a queda desse meteoro em solo russo:




0 comentários:

Post a Comment