Diretor da Nasa garantiu em 2013 que nenhum asteroide com mais de 1 km de diâmetro vai atingir a Terra nos próximos séculos

  • O diretor do projeto da Nasa para detecção de asteroides, Lindsey Johnson, garantiu no dia 20.2.13 em Viena que não existe nenhum corpo celeste que represente uma ameaça letal à humanidade nas próximas centenas de anos. 

'Não há nenhum corpo celeste com mais de 1 quilômetro de diâmetro que possa colidir com a Terra nos próximos séculos', disse Johnson em entrevista coletiva. 

O especialista afirmou que um choque com um asteroide desse tipo ocorre apenas uma vez a cada um milhão de anos, mas que o impacto de um objeto desse tamanho teria consequências catastróficas para a humanidade, como a formação de uma camada de pó que bloquearia a chegada da luz solar 'por dias ou meses'. 

A Nasa já descobriu e catalogou cerca de 95% dos asteroides a partir desse tamanho que estão na órbita da Terra e que poderiam causar uma catástrofe planetária, garantiu Johnson. 

Ele também destacou que a Nasa tem feito esforços para melhorar a tecnologia de detecção de 'objetos' espaciais menores. 



0 comentários:

Post a Comment