Cientistas detectaram uma enorme e rara fusão de duas galáxias antigas

  • Cientistas detectaram uma enorme e rara fusão de duas galáxias antigas, que ocorreu quando o Universo tinha 3 bilhões de anos.

A descoberta sugere que esses tipos de colisões formaram as grandes galáxias elípticas do Universo, explica a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). 

Cada uma das galáxias possui uma massa estelar equivalente a de 100 bilhões de sóis, já que somam juntas 400 bilhões de estrelas. 

Além disso, o choque da dupla, que foi catalogada como HXMM01, despeja cerca de 2.000 estrelas por ano, enquanto a nossa Via Láctea, para efeito de comparação, expele cerca de dois a três estrelas por ano, apenas. 

O fenômeno foi visto, primeiro, pelo observatório espacial Herschel (à esquerda) e só depois os astrônomos usaram dados de vários telescópios para determinar a massa e o grau de formação estelar que ocorreu na fusão (detalhe à direita).

Veja:

 

0 comentários:

Post a Comment