Observatório Europeu do Sul descobriu um 'útero estelar' que está formando uma gigantesca estrela na Via Láctea

  • Equipe internacional de astrônomos revelou no dia 10.7.13 a melhor imagem já feita de uma estrela gigantesca em formação no interior de uma nuvem escura. 

De acordo com o ESO (Observatório Europeu do Sul), foi descoberta uma espécie de 'útero estelar' (bolha amarela no centro da imagem) que tem cerca de 500 vezes a massa do Sol, o maior já identificado na nossa Via Láctea, que está crescendo e adicionando cada vez mais massa na Nuvem Escura de Spitzer 335.579-0.292 (manchas vermelhas), que fica a 11 mil anos-luz de distância. 

Todo este material eventualmente deverá entrar em colapso para formar uma estrela jovem e muito brilhante, com até 100 massas solares, um monstro muito raro no Universo. 

'De todas as estrelas da Via Láctea, apenas uma em cada dez milhares atinge este tipo de massa!', explica Nicolas Peretto, que chefiou a pesquisa com o potente radiotelescópio ALMA.

Veja:

 

0 comentários:

Post a Comment