Estudo indica que a Terra deixará de ser habitável daqui 1,7 a 3,25 bilhões de anos

  • ​As condições que fazem com que o planeta Terra seja habitável durarão, pelo menos, outro 1,75 bilhão de anos, segundo um estudo realizado por cientistas da universidade inglesa de East Anglia. 

A pesquisa, divulgada no dia 19.9.13 pela revista Astrobiology, revela o tempo de habitabilidade da Terra com base na distância para o Sol e nas temperaturas que possibilitam que o planeta tenha água líquida. 

A equipe de cientistas observou as estrelas na busca de inspiração e usaram alguns planetas recentemente descobertos fora de nosso sistema solar (exoplanetas) como exemplos para calibrar seu potencial para abrigar vida. 

O responsável pelo estudo, Andrew Rushby, da Escola de Ciências Ambientais da Universidade de East Anglia, explicou que foi utilizado 'o conceito de zona habitável para fazer estimativas', ou seja, 'a distância de um planeta em relação a sua estrela que faz com que as temperaturas sejam propícias para ter água líquida na superfície'. 

'Usamos os modelos de evolução estelar para calcular o final da vida habitável de um planeta, determinando quando deixará de estar na zona habitável', disse Rushby. 

A equipe de cientistas considerou 'que a Terra deixará de ser habitável em algum momento dentro de 1,750 bilhão e 3,250 bilhões de anos'. 

'Passado este ponto, a Terra estará na zona quente do Sol, com temperaturas tão altas que os mares se evaporarão. Acontece um evento de extinção catastrófica e terminal para toda a vida', raciocinou. 






0 comentários:

Post a Comment