Uma em cada 5 estrelas similares ao Sol na Via Láctea podem ter planetas que abrigam vida


  • Uma em cada cinco estrelas similares ao Sol na Via Láctea possuem planetas do tamanho da Terra, que podem abrigar vida, revela novo estudo da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). 

Para ser definido como 'habitável', um planeta precisa ter tamanho semelhante ao da Terra e temperatura de superfície propícia à presença de água na forma líquida. 


O estudo foi baseado em análises de observações do telescópio espacial Kepler, da Agência Espacial Americana (Nasa), que têm o objetivo de apontar quantas estrelas, das 100 bilhões desta galáxia, têm planetas potencialmente habitáveis. 

Também foram utilizados dados de espectros de estrelas com planetas do Observatório W. M. Keck, no Havaí. 

O estudo é o primeiro censo de planetas do tamanho da Terra feito pelo Kepler que estima com precisão as zonas habitáveis em estrelas. 

Segundo os pesquisadores, o resultado deste estudo permite à Nasa construir telescópio adequado à distância dos planetas habitáveis e que suas missões sucessoras ao Kepler de fato registrem imagens de um desses planetas. 

Veja abaixo uma ilustração de um exoplaneta que poderia abrigar vida, Kepler-62e:





















0 comentários:

Post a Comment