Cbers-3: Satélite brasileiro lançado pela China em dezembro/2013, falhou ao entrar na órbita terrestre e despencou sobre o polo sul

  • O Brasil e a China lançaram (sem sucesso) na madrugada do dia 9.12.13, o quarto satélite sino-brasileiro de recursos terrestres, o Cbers-3, com quatro câmeras que iriam ajudar a monitorar o território brasileiro e suas transformações ao longo do tempo.

O satélite foi levado ao espaço pelo foguete Longa Marcha 4B, que decolou da base de Taiyuan, a 760 km de Pequim (vide imagem).

Porém, uma falha na terceira e última etapa do lançamento do satélite sino-brasileiro fez sua colocação em órbita fracassar, informou o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O motor de propulsão do lançador chinês foi desligado 11 segundos antes do previsto, o que impossibilitou que o equipamento atingisse a velocidade mínima para ser mantido em órbita.

A velocidade mínima horizontal para manter o satélite em órbita é de 7 a 8 km por segundo – a velocidade atingida foi inferior a esse parâmetro.

O governo brasileiro investiu US$ 125 milhões no projeto.

O Inpe não obteve informação a respeito da queda de partes do satélite na Terra.

A hipótese é que o equipamento tenha se desintegrado e tenha sido totalmente pulverizado (se algum pedaço resistiu, pode ter caído no Oceano Ártico).

Veja:




0 comentários:

Post a Comment