Estudo indica que o 'supervulcão' Yellowstone é muito maior do que se pensava

  • Um 'supervulcão' que está abaixo do solo no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, é muito maior do que se pensava inicialmente, segundo um estudo.

A pesquisa mostra que a câmera de magma é 2,5 vezes maior do que o apontado por um levantamento anterior.


A caverna teria 90 quilômetros de largura e algo entre 2 e 15 quilômetros de altura, com 200 a 600 quilômetros cúbicos de rocha fundida.

Os dados foram apresentados durante um encontro da Sociedade Americana de Geofísica, de São Francisco em 2013.

'Nós estamos trabalhando lá há muito tempo, e sempre pensamos que ele poderia ser maior. Mas esta descoberta é estarrecedora', diz Bob Smith, pesquisador da Universidade de Utah.

Caso o supervulcão de Yellowstone entrasse em erupção, as consequências poderiam ser catastróficas.

Na última vez que isso aconteceu - há 640 mil anos -, ele espalhou cinzas por todo o continente da América do Norte, afetando o clima do planeta. 

Na foto acima, lagos de água quente são provas da magma quente que está abaixo da superfície em Yellowstone.


0 comentários:

Post a Comment