Cerejeira que foi levada ao espaço em 2008 retornou à Terra e floriu antes do previsto


  • Monges budistas e cientistas japoneses se surpreenderam com o crescimento rápido e o florescimento precoce de uma cerejeira procedente do espaço. 

A árvore, de apenas quatro anos, floresceu em abril/2014, seis anos antes do previsto. 


Há alguns anos a cerejeira foi selecionada junto a outras sementes a serem enviados em 2008 para a Estação Espacial Internacional (ISS) e trazidas para a Terra oito meses mais tarde, depois de dar 4.100 voltas em torno do planeta. 

'Não podemos acreditar! Cresceu tão rápido', exclamou Masahiro Kajita, sacerdote do templo Ganjoji do distrito de Gifu (centro do Japão). 

A muda veio de uma cerejeira cuidada por monges há gerações e que, segundo a lenda, teria nada menos que 1.250 anos. 

'É a primeira vez que uma muda de uma árvore cerejeira venerável germina e cresce tão bem. Estamos muito felizes porque a nova árvore vai poder substitui-la', disse entusiasmou o sacerdote. 

Em quatro anos, 'a cerejeira espacial' do templo Ganjoji já alcançou quatro metros de altura e deu nove flores com cinco pétalas cada. 

Kaori Tomita-Yokotani, da Universidade de Tsukuba, se disse surpresa com a maturação extremamente rápida. 

'Pode ser consequência da exposição da muda aos raios cósmicos', lançou a hipótese. 

A polinização da cerejeira por outras espécies que florescem mais cedo também poderia explicar o fenômeno, acrescentou. 

'A partir de um ponto de vista científico, atualmente não sabemos o que aconteceu' porque esta jovem cerejeira está tão adiantada para sua idade, admitiu. 

Veja:


























0 comentários:

Post a Comment